Pular para o conteúdo principal

Homem morre quando fazia manutenção em antena no centro de Feira de Santana


Um homem morreu por volta as 8h30 da manhã desta segunda-feira (30), quando realizava um serviço de manutenção na antena da TV Canção Nova, que fica na galeria Iza na rua Conselheiro Franco, centro de Feira de Santana.

Segundo informações, dois homens foram até o local fazer a manutenção do equipamento e um deles, identificado como Adélio Lemos do Amaral 66 anos, morreu em cima da antena. Ele ficou preso ao cinto e o Corpo de Bombeiros retirou o corpo do local.

O major José Alberto, do 2º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM), informou que somente a perícia vai poder constatar a causa da morte. Mas ele acredita que trata-se de um mal súbito, já que a vítima não apresentava sinais de queimaduras no corpo, que poderiam ter sido provocados por um choque elétrico.

“A gente não pode atestar a causa da morte. A médica do Samu atestou o óbito, ele tinha sinais de roxidão e provavelmente pode ter ocorrido um mal súbito. Ele já era idoso e estava fazendo um trabalho de esforço. Segundo o companheiro que estava trabalhando com ele, a vítima sentiu que ia ter um mal súbito e se equipou, se prendeu a antena e depois esfaleceu. Só a perícia pra dizer com mais propriedade as causas da morte, mas a gente não viu sinais de entrada de energia no corpo da vítima”, afirmou.

O major José Alberto falou ainda sobre o trabalho de resgate do corpo. “Todo trabalho em altura requer qualificação e atenção de quem vai fazer, principalmente quando se trata de um resgate. Nossa maior dificuldade foi o acesso, depois a parte de energização, pois a gente não podia nos aproximar antes de desligar a energia do local. posteriormente com a chegada da Coelba e a desenergização, a gente começou a fazer os trabalhos. Foram oito homens nessa operação, sendo que o trabalho de resgate durou cerca de uma hora”, informou. Segundo informações, a antena tem aproximadamente 35 metros de altura.



As informações são do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Prefeito de Mundo Novo-BA, Dr. Adriano participa dá entrega das viaturas com Rui Costa, em Ruy Barbosa

Fonte: Coisas do Jacuipe

Em pleno Carnaval as máquinas não param na limpeza do Açude de Baixa Grande

Iniciada no dia 13 de fevereiro de 2017 a obra de revitalização do açude na localidade de Pecuária em Baixa Grande chama atenção da comunidade pelo acúmulo de lama, rapidez e dedicação nos trabalhos, os trabalhadores segue de domingo a domingo e nem mesmo no feriado de Carnaval a equipe de Trabalho param, o Portal Bacia do Jacuípe foi até a aguada nesta terça-feira, encontrou 11 caçambas e 8 máquinas trabalhando, as máquinas se concentram na parte mais funda do açude onde a lama acumulada chega a 4 metros.

O aposentado João Queiroz conta que morava no distrito de Italegre, e sempre passava ao lado da aguada, ele conta que nestes 50 anos é a primeira vez que aguada é limpa, “já é alguma coisa para o novo prefeito, entrou agora e já tem muitas coisas feitas em sua administração”. Conta João

REPORTAGEM EM VÍDEO



O diretor de estradas e rodagens, Jurandir Oliveira, conta que está acontecendo uma das melhores ações do governo, ele conta que este açude tem aproximadamente 87 anos de cava…

Homem é assassinado a tiros em Tapiramutá

Givaldo Pereira dos Santos, 29 anos, conhecido como Nego Zinho, foi assassinado com disparos de arma de fogo na noite desta segunda-feira, 17 de abril de abril 2017, na cidade de Tapiramutá.

Segundo informações, três elementos encapuzados chegaram abordo de um carro preto em um bar e efetuaram vários disparos contra Givaldo, que morreu no local.

Ainda de acordo com informações, um jovem de 21 anos identificado como Marcos Cardoso que estava no local também foi atingido com um tiro de raspão na região da orelha, sendo atendido no hospital local e em seguida liberado.

Não há informações sobre a motivação do assassinato. A Polícia Militar esteve no local guardando a cena do crime e o corpo foi recolhido pelo Departamento de Polícia Técnica para o IML de Jacobina.



Fonte: Augusto Urgente